domingo, 27 de fevereiro de 2011

Os Dez Mandamentos do Empreendedor


Achei muito interessante uma pesquisa que foi divulgada na Revista Brasileira de Administração que é publicada pelo Conselho Federal de Administração que comenta sobre as qualidades especiais do empreendedor. Esta receita, como intitula o autor deste texto, João Humberto de Azevedo, revela aEmpreendedor de Idéias personalidade de empreendedores de sucesso que não ficaram parados e foram a luta.




Podemos inclusive aproveitar este gancho, quando da leitura destes 10 mandamentos, e fazermos uma analogia de nós como empreendedores dentro de nosso trabalho. O nosso comportamento como empreendedor e como funcionários em uma organização. Pois em dias atuais este papel de inovação mais persistência fazem parte do perfil profissional.

Os dez mandamentos

1 – Assumir Riscos – É a primeira e uma das maiores qualidades do verdadeiro empreendedor. Arriscar conscientemente é ter coragem de enfrentar desafios, de tentar um novo empreendimento, de buscar, por si só, os melhores caminhos, é ter autodeterminação. Os riscos fazem parte de qualquer atividade e é preciso aprender a lidar com eles.

2 – Identificar oportunidades – Ficar atento e perceber, no momento certo, as oportunidades que o mercado oferece e reunir condições propícias para a realização de um bom negócio é outra marca importante do empresário bem sucedido. Ele é um individuo curioso e atento a informação, pois sabe que suas chances melhoram quando seu conhecimento aumenta.

3 – Conhecimento – Quanto maior o domínio de um empresário sobre um ramo de negócio, maior a sua chance de êxito. Esse conhecimento pode vir da experiência prática, de informações obtidas em publicações especializadas, em centros de ensino, ou mesmo de “dicas” de pessoas que montaram empreendimentos semelhantes.

4 – Organização – Ter capacidade de utilizar recursos humanos, materiais, (financeiros e tecnológicos) de forma racional. Resumindo: ter organização. É bom não esquecer que, na maioria das vezes, a desorganização – principalmente no início do empreendimento – compromete seu funcionamento e seu desempenho.

5 – Tomar decisões – O sucesso de um empreendedor, muitas vezes, está relacionado com capacidade de decidir corretamente. Tomar decisões acertadas é um processo que exige levantamento de informações, análise fria da situação, avaliação das alternativas e escolha da solução mais adequada. O verdadeiro empreendedor é capaz de tomar decisões corretas na hora certa.

6- Liderança – Liderar é saber definir objetivos, orientar tarefas, combinar métodos e procedimentos práticos, estimular as pessoas no rumo das metas traçadas e favorecer relações equilibradas dentro da equipe de trabalho em torno do empreendimento. Dentro e fora da empresa, o homem de negócios faz contatos. Seja com clientes, fornecedores e empregados. Assim, a liderança tem que ser uma qualidade sempre presente.

7 – Dinamismo – Um empreendedor de sucesso nunca se acomoda, para não perder a capacidade de fazer com que simples idéias se concretizem em negócios efetivos. Manter-se sempre dinâmico e cultivar um certo inconformismo diante da rotina é um dos seus lemas preferidos.

8 – Independência – Determinar os seus próprios passos, abrir seus próprios caminhos, ser seu próprio patrão, enfim, buscar a independência é a meta importante na busca do sucesso. O empreendedor deve ser livre, evitando protecionismo que, mais tarde, possam se transformar em obstáculos aos negócios. Só assim surge a força necessária para fazer valer seus direitos de cidadão e empresário.

9 – Otimismo – É uma característica das pessoas que enxergam o sucesso, em vez de imaginar o fracasso. Capaz de enfrentar obstáculos, o empresário de sucesso sabe olhar além e acima das dificuldades.

10 – Tino empresarial – O que muita gente acredita ser um “sexto sentido”, intuição, faro empresarial, típicos de gente bem-sucedida nos negócios é, na verdade,na maioria das vezes, a soma de todas as qualidades descritas até aqui. Se o empreendedor reúne a maior parte destas características aterá grandes chances de êxito. Quem quer se estabelecer por conta própria no mercado brasileiro e, principalmente, alçar vôos mais altos, na conquista do mercado, deve saber que clientes, fornecedores e mesmo os concorrentes só respeitam os que se mostram a altura do desafio.

Pense e reflita nestas qualidades. Seja um empreendedor… um empreendedor de idéias.


Nenhum comentário: