quinta-feira, 29 de julho de 2010

Seu Marketing Pessoal – O Poder da Comunicação



Com certeza alguma vez em sua vida, participando de uma reunião em sua empresa, você já deve ter sentido a sensação de estar em um filme de ficção onde tem um alienígena tentando se comunicar e você não entende nada e tenta decifrar o recado por meio de gestos. Parece que estamos brincando, mas isso acontece muito no mundo corporativo, primeiro por realmente existirem profissionais ETs, mas também principalmente porque nunca nos preparamos para uma situação de exposição levando em consideração a qualidade da comunicação.



Além de você transmitir o que realmente quer a sua equipe você também esta fazendo o seu marketing pessoal. Ou resumindo, em poucas palavras, você tem a capacidade de interagir e de influenciar positivamente.



Como comentado em textos anteriores a habilidade de desenvolver o marketing pessoal vem do treino que é a melhor prática.

Como no exemplo indicado ao início do texto a comunicação também envolve a expressão. Estudos indicam que quando se realiza uma apresentação ou exposição para pessoas, 55% da informação é assimilado por nossa linguagem corporal postura, gestos e contato visual, e 38% é determinado pelo tom de nossa voz, e apenas 7% desse transmissão tem a ver com o conteúdo de nossa apresentação (Mehrabian e Ferris, Inference of attitudes from nonverbal comunication in two channels).

Um exemplo fácil de assimilarmos esta situação é observarmos o gesto das pessoas na hora do seu cumprimento diário como o “bom dia,como vai você?” o qual pode ser interpretado de varias maneiras dependendo do modo que se fala (tom de voz) ou gesticula (expressão corporal) como sendo uma ameaça, descanso ou de agrado.

Devemos, desta maneira, sempre construir uma forma de contexto favorável para que nossa mensagem possa influenciar positivamente as pessoas. Isto tudo se reflete pela sensibilidade e observação do comportamento das pessoas através de um ajuste de sintonia com os nossos interlocutores.

Tudo isso se reflete em obter empatia com as pessoas que estamos nos comunicando através do uso de nossa linguagem, nossa expressão corporal e nosso tom de voz de uma maneira sintonizada.

Assim devemos observar quando da comunicação os seguintes aspectos:

Criar empatia com as pessoas, seus sentimentos e pensamentos desde o primeiro momento da conversação;

Observar o tom de voz para adequá-lo à maneira de ser da outra pessoa;

Utilizar uma postura corporal amigável e coerente com a mensagem que estivermos passando;

Observar a reação das pessoas à nossa comunicação e modificar a maneira de agir sempre que não estivermos obtendo um resultado satisfatório.

Até semana que vem.

Agora Devo Ser Líder


A “crise” ou “momento crise” é um acontecimento muito interessante, pois não paramos de fazer reflexões o tempo todo. Mas, uma frase sempre vem acompanhando este momento, e ela é é é ……“preciso virar o jogo”. Isso mesmo. E neste momento de incerteza e ampla convivência de situações adversas fazem com que o líder que existe dentro de nós apareça.



Mais do que nunca os lideres precisam de regras básicas e a primeira é saber quais as estratégias da organização através de metas e prazos e principalmente saber difundi-las com a sua equipe.



A equipe, mais do que nunca, precisa ter espaço para opinar e trazer soluções para as questões mais difíceis e delicadas. Por isso, uma equipe bem qualificada lhe trará mais harmonia na resolução de problemas. Então é momento de qualificar e capacitar através de treinamentos para os profissionais e não simplesmente cortar este orçamento. Deve-se mostrar qual o papel da equipe dentro da organização e que todos fazem parte do negócio.



O líder também deve ser parceiro e transmitir confiança para minimizar as pressões ocorridas pelo momento de crise. Estar próximo de todos é sinal de humildade e de participação no grupo para o bom desempenho da empresa.



A comunicação também tem a sua importância e é estratégico, pois une o grupo aos mesmos objetivos. Saber da situação, principalmente o que está acontecendo e o que deverá ser feito é muito importante. A transparência trás conforto as pessoas. É preciso saber ouvir e incentivar.



Motivar e ensinar incutindo o comprometimento com o trabalho farão a diferença e com certeza ajudarão no “virar o jogo”.



Seja um bom líder agora.

Quem Discorda também é seu Amigo



Acho que não existe alguém que em alguma reunião de apresentação de um novo projeto em sua empresa não se tenha deparado com o famoso chato. Aquele que você queria que atrasasse sempre para as reuniões, pois a meta dele é sempre discordar da sua opinião. E quando você é nomeado a trabalhar em equipe com ele, hein? Gostaria que fosse aberto um buraco no chão com passagem somente de ida para o centro da terra, para não dizer outro lugar.



Mas, você já parou para pensar que em qualquer circunstancia quando uma pessoa discorda de você em algum assunto a rotulamos de nosso inimigo, ou em expressão popular.. a chamamos de uma chato. Mas, será que esta discordância, além de uma valiosa contribuição, não é um momento de reflexão para as tomadas de decisões.



Grandes administradores e empresários bem sucedidos de nossa época comentam que as melhores decisões de suas vidas foram realizadas quando alguém discordou de suas ideais antes de serem colocadas em prática. Você deve estar se perguntado: Mas como? É que quando alguém discorda de algo e realmente contribui com seu ponto de vista ou de pensar, acaba que o assunto se torna uma reflexão com resultados mais sensatos e com, provável, maior acerto.



Por isso lembre-se que sempre vale a pena ter este tipo de amigo em sua equipe. Precisamos que existam as diferenças, pois a discordância é realmente uma ferramenta de análise com sensatez para as tomadas decisões.



Uma ótima semana a todos.

Angústia do Saber



Todos os dias tento me atualizar lendo as notícias de jornais, newsletters, e´mails dos mantenautas e uma rapidinha em algumas principais revistas. Na semana passada durante esta odisséia diária li uma reportagem muito interessante do Renato Bernhoeft no jornal Valor Econômico que comentava a respeito da “tecnoangústia”. Mas o que é isso? É meu amigo, também fazem parte do caminhão de informações diárias as novas palavras que irão compor nosso novo vocabulário, ou seja, precisamos de reciclagem. Com isso vocês já devem ter percebido a quantidade de conhecimento que temos e que precisamos adquirir. Daí é que vem esta palavra, pois com o crescimento da velocidade dos meios de acesso a comunicação, ela nos provoca para o quanto podemos e devemos saber.



Com o excesso de informação ele acaba provocando a angustia, e como Renato conclui, e o problema é saber demais.



O escritor americano Richard Saul Wurman que se tornou um arquiteto de informação, já escreveu mais de 75 livros dos mais diversos assuntos, entre eles medicina, mercado financeiro, animais de estimação, etc. Ele comenta que o segredo é não saber nada em relação ao tema, e que o descobrimento sobre o assunto é o que realmente interessa para a maioria dos leitores. Ele comenta: “Que num mundo onde pessoas são cercadas de informação não saber nada sobre certos assuntos pode ser tão importante para a saúde mental quanto o silêncio é para o musico.”



A sensação de que o mundo gira mais rápido do que se pode acompanhar acaba levando a frustração e angustia das pessoas. Ver que outras pessoas já possuem um computador mais avançada ou um sistema mais moderno, ou até mesmo ler um novo livro que nos leva a ficar atrás de nossa carreira e relacionamento. Em certas áreas o conhecimento pode ficar ultrapassado em seis meses.



Mas a dificuldade maior da “tecnoangustia” é que devemos aceitar a mudança. Para isso precisamos meios de superar estas bruxas que nos impedem a mudança e compreender as novas tecnologias, cada uma a seu tempo e necessidade.



Veja abaixo algumas questões para reflexão sobre os sintomas típicos. Estas informações foram retiradas do livro “Ansiedade da Informação”, de Richard Wurmann.



“Por mais esforço que faça, não consegue sentir-se atualizado com o mundo a sua volta. Sente-se culpado cada vez que olha para a pilha de jornais, revistas e o volume de e´mails recebidos que não conseguiu ler.Fica abatido quando uma pesquisa na internet resulta num documento de dezenas de páginas, pois acredita que, se não ler todas elas, não saberá tudo que deve sobre o assunto. Acena afirmativamente, sem convicção, sempre que alguém menciona um livro, um filme ou uma notícia que você, na verdade, nunca ouviu falar. Acha que o problema é seu e não do fabricante quando percebe que não consegue seguir as instruções para montar um aparelho que comprou. Cerca-se de aparelhos na esperança de que simples presença deles a sua volta ajude a torná-lo uma pessoa mais adaptada a alta tecnologia. Sente-se envergonhado quando tem dizer “não sei” mesmo que a pergunta se refira a sucessão no Nepal ou no novo programa de correio eletrônico da Microsoft.”



Reflita e faça com que estas observações se revertam a seu favor.



Seguem abaixo algumas informações sobre o aumento de informação em nossa vida. Não deixem de observar que elas não nos dizem nada, mas o que é uma informaçãozinha a mais?



Uma edição de final de semana do “New York Times” possui mais informação que uma pessoa comum que morava na Inglaterra no século XVII poderia receber durante toda a sua vida. Existem atualmente 2 bilhoes de páginas disponíveis na internet. No início da década de 90 haviam apenas dez canais na televisão brasileira, hoje já há mais de 100 emissoras no ar e de diversas línguas e assuntos.



Um ótimo final de semana.

O brasileiro é realmente empreendedor ?




De acordo com o SEBRAE sim, pois no Brasil se abrem inúmeros novos negócios a cada ano, mas, de acordo com o próprio SEBRAE desses pequenos e micro negócios, 75% deles vão a falência em menos de 5 anos, levando o brasileiro de volta ao emprego de carteira assinada e em muitos casos a informalidade.
Quais os fatores que levam as pessoas a quebrarem seus negócios ? De acordo também com o SEBRAE devido a falta de recursos para investimentos, e principalmente a falta de conhecimento técnico e profissional na área em que está atuando.
Altos investimentos são o grande problema, além da falta de persistência em alguns casos. Se formos analisar o mercado interativo (Marketing Multinivel) a coisa parece que se iguala, pois dos que iniciam neste segmento, muitos não se aprimoram, nem se comprometem com seu negócio próprio. Na grande maioria das vezes, ingressando em “empresas fantásticas” sem analisar coisas simples, como se a empresa é legalizada, se tem produtos registrados na ANVISA, se tem escritório próprio, ou mesmo se seus produtos tem boa rotatividade no mercado, se tem preço competitivo, ao até se a empresa a que se está associando não o obriga a grandes investimentos, como vemos em empresas famosas neste ramo, que obrigam o distribuidor a fazer pedidos obrigatórios acima dos R$ 800,00 ou até mesmo acima de R$ 10.000,00 como algumas multinacionais do setor interativo no chamado marketing multinivel.
Vários distribuidores independentes, mesmo tendo sonhos de prosperar, não se comprometem 100% com seus sonhos, nem fazem o mínimo exigido para crescer profissionalmente neste ramo, e quando falo isso, não falo em investir grandes somas, falo em investir tempo e determinação no que se deseja.
Um bom exemplo disto são grandes empresas que fornecem treinamentos e eventos gratuitos para seus empresários ou distribuidores, para que os mesmos se qualifiquem, se motivem a galgar novos patamares dentro de suas empresas, e o que acontece? A maioria nem comparece, pois apesar destes afirmarem que querem realizar sonhos, não são empreendedores suficiente para investir no próprio sonho.
Quer crescer ? Aja, quer viver na excelência? Se esforce e seja realmente empreendedor.

Prof.Erickson Ribeiro

NÃO SE ACOMODE


"Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando, porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."
Luís Fernando Veríssimo


Não se acomode á vida.....

Não se acomode á vida...porque depende de si dar a volta por cima, depende de si..acreditar que é possivel,.....depende de si eliminar os pensamentos negativos e focalizar-se nos pensamentos positivos....

Não se acomode á vida..porque a culpa e o arrependimento impedem-no de ser feliz e continuar a caminhar.....porque o passado já passou e não há mais nada a fazer em relação a ele, a não ser aprender com os erros.....

Não se acomode á vida...porque hoje é um novo dia....Há um novo nascer do Sol....há um Tempo imenso para viver....há imensas oportunidades á sua espera....

Não se acomode á vida...porque é fácil desistir, mas dificil ser feliz....é fácil encolher os ombros e ser infeliz....porque os erros fazem parte do seu processo de crescimento e evolução pessoal.....porque você tem todo o direito a ser feliz e ter paz interior...

Não se acomode á vida..não se limite a sobreviver...Cresça, evolua como ser humano, trabalhe o interior, aprenda a amar e dê aos outros simpatia, compreensão e amor..Há tanto para dar aos outros...

Não se acomode á vida....Se caíu, erga-se e tente novamente......Hoje é um novo dia e há imensas oportunidades á sua espera....

FUTEBOL E RELIGIÃO


Queridos, tudo bem?



Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.



Eu sou uma pessoa que gosta muito de futebol tanto de jogar como de assistir, acompanho futebol há muitos anos, que me lembre desde 1982, conheço bastante sobre o assunto. Há alguns anos começaram a aparecer, com mais ênfase, os jogadores chamados de “Atletas de Cristo”, exemplos conhecidos nos dias de hoje: Kaká, Lúcio, Zé Roberto, Edmilson, Hernanes, Roberto Brum, entre milhares de outros nomes. Como o sucesso de muitos deles se evidenciam, vemos em finais de campeonatos com seus times ou com a seleção brasileira um desfile de camisas com mensagens do tipo: “I Love Jesus”, “Deus é Fiel”, entre outras, orações antes e depois de cada jogo, declarações de agradecimento a Deus por seus bons rendimentos em campo, etc., eu te pergunto qual o problema nisso? Nenhum. Mas, infelizmente, não é o que pensam os “donos do futebol”, muitos dos nossos veículos de comunicação e nossos jornalistas formulam matérias reprovando a atitude de misturar futebol e religião estão nos sites, nos jornais, nas revistas, etc, até a FIFA (entidade máxima do futebol) entrou nessa “inquisição”. Alguns dizem que o mesmo direito terá alguém que aparecer com uma camiseta escrita “eu não acredito em Deus”, eu concordo, se vivemos em uma democracia temos os mesmos direitos, eu apenas acho pouco provável um jogador aparecer com uma camiseta desta, esse tipo de pensamento cabe apenas aos que acham que por terem estudado sabem de toda a verdade e que crer em um “ser superior” é para aqueles fracos e pouco instruídos, ledo engano, o talento nato seja para jogar futebol, ser um bom jornalista, advogado, médico, engenheiro, etc., é um dom de Deus, que com nosso esforço podemos aprimorar. O desejo desses pseudos defensores do futebol é de acabar com esse tipo de manifestação nos campos de futebol, eu pergunto, onde esta a democracia? Onde esta o direito de cada um se manifestar?



O engraçado, se não fosse trágico, de tudo isso é que esses mesmos veículos de comunicação e jornalistas se sentem ofendidos quando uma mensagem exalta o nome de Jesus Cristo, mas, não se importam em exaltar o nome do diabo, times de cor vermelha como o America/RJ, Manchester United, etc., são chamados de “diabos”, jogadores são chamados de “endiabrados” quando fazem lindas jogadas, é tido como “infernal” aquele que é craque de bola, o estádio onde um grande número de torcedores empurra o seu time contra o adversário é chamado de “caldeirão do inferno”, adjetivos que, com certeza, ninguém quer, mas, nossos jornalistas não se importam com isso. Não estou pregando contra esses veículos de comunicação e ou jornalistas, desejo apenas que, em um país livre como o nosso, cada um tenha o direito de expor os seus pensamentos e suas crenças, vemos em vários tele-jornais matérias sobre times que vão agradecer uma graça alcançada, matérias sobre a devoção de alguns times a seus “santos” padroeiros, vemos jogadores de times e seleções árabes se ajoelhando e agradecendo ao seu deus, porque contra essas coisas ninguém fala nada? Em minha opinião não devem falar nada mesmo, mas, também em minha opinião devem deixar cada um se manifestar como quiser após terem cumprido a sua obrigação profissional, se um “Atleta de Cristo” aparecer dizendo que não vai jogar ou treinar porque recebeu uma ordem divina para não trabalhar eu serei o primeiro a criticar, mas, se estão cumprindo com suas obrigações, por favor, entendidos de plantão se atenham a fazer o seu trabalho, que é informar, investigar, orientar, nunca julgar. Alguns vão dizer que colocando uma camiseta por cima da camiseta do time estão cobrindo o nome dos patrocinadores que ajudam a pagar seus salários, volto a dizer, cada um pode se manifestar como quiser após terem cumprido a sua obrigação, que é jogar para ganhar os seus jogos, os meios de comunicação, ao entrevistar um jogador, colocam um “zoom” alto e só mostram o rosto do jogador, nessas horas os patrocinadores não são importantes, me parece “dois pesos e duas medidas”, não é mesmo?

A Palavra de Deus nos diz: "... Entretanto, alegre e livremente me tornei servo de todos, a fim de poder ganhá-los para Cristo. Quando estou com os judeus, pareço-me um deles, para que eles escutem o Evangelho e eu possa ganhá-los para Cristo. Quando estou entre os gentios que seguem as cerimônias e costumes judaicos, não discuto com eles, embora não concorde, porque desejo ajudá-los. Quando estou com os pagãos, concordo com eles tanto quanto possível, com a exceção naturalmente de que, como cristão, eu devo fazer sempre o que é correto. E assim, concordando com eles, posso ganhar sua confiança e ajudá-los também. Quando estou com aqueles cuja consciência facilmente os inquieta, não ajo como se eu soubesse tudo e não digo que eles são tolos; o resultado é que assim eles estão dispostos a me deixar ajudá-los. Sim, qualquer que seja o tipo de pessoa, eu procuro achar um terreno comum com ela, para que me permita falar-lhe de Cristo e permita a Cristo salvá-la. Faço isso para levar o Evangelho a eles e também pela bênção que eu próprio recebo, quando os vejo ir a Cristo." (Bíblia Viva - I Coríntios 9: 19 a 23)



E mais: "Portanto, eu insisto solenemente com você, diante de Deus e diante de Cristo Jesus, que um dia julgará os vivos e os mortos, quando aparecer para estabelecer o seu reino, que pregue insistentemente a Palavra de Deus em todos os momentos, sempre que tiver a oportunidade, a tempo e fora de tempo, quando for conveniente e quando não for. Corrija e repreenda o seu povo quando eles precisarem, estimule-os a fazer o bem, e esteja todo o tempo alimentando-os pacientemente com a Palavra de Deus." (Bíblia Viva - II Timóteo 4: 1 e 2)



Vamos orar por nossos “Atletas de Cristo” para que continuem firme, no propósito de exaltar o Rei dos reis aos quatro cantos dessa terra, o futebol é um excelente meio para levar o evangelho, sabendo disso o diabo usará de todos os artifícios para impedir a propagação do nome de Jesus através do futebol.



Tudo isso aqui escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Para Refletir;

"Vistam-se de toda a armadura de Deus, a fim de que possam permanecer a salvo das táticas e das artimanhas de Satanás. Porque nós não estamos lutando contra gente feita de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo, os reis malignos do mundo invisível, esses poderosos seres satânicos e grandes príncipes malignos das trevas que governam este mundo; e contra um número tremendo de maus espíritos no mundo espiritual." (Bíblia Viva – Efésios 6: 11 e 12)


Deus te abençoe e a todos na sua família.


Um abraço,


Pr. Frank Medina - Discípulo de Jesus Cristo

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Colhendo uma Múltipla Recompensa



(Jim Rohn)
Amigos, para cada esforço disciplinado, há múltiplas recompensas. Este é um dos grandes arranjos da vida. De fato, é uma extensão da lei bíblica que diz que, se você bem semeia, vantajosamente colhe. Aqui está uma parte da Lei da Semeadura e Colheita: não somente ela sugere que colheremos aquilo que plantamos, mas também sugere que colheremos muito mais. A vida é repleta de leis que governam e explicam comportamentos, mas é possível que esta seja a principal lei a qual precisamos aprender: para cada esforço disciplinado, há múltiplas recompensas.

Amigos, que conceito! Se você presta [um] serviço único, sua recompensa será multiplicada; se você é justo e honesto com os outros, sua recompensa será multiplicada; se você dá mais do que espera receber, sua recompensa será maior do que espera. Mas lembre-se: a palavra-chave, aqui, como você pode imaginar, é disciplina.Tudo de valor requer cuidado, atenção e disciplina. Nossos pensamentos requerem disciplina; temos que, consistentemente, determinar nossos limites interiores e nossos códigos de conduta, ou nossos pensamentos serão confusos. E se nossos pensamentos são confusos, tornaremo-nos irremediavelmente perdidos no labirinto da vida. Pensamentos confusos produzem resultados confusos.Lembre-se da Lei: \"para cada esforço disciplinado, há múltiplas recompensas.\"



Amigos, a forma mais valiosa de disciplina é a que você impõe sobre si mesmo. Não espere até que as coisas deteriorarem-se de forma tão drástica que alguém que não seja você tenha que impor disciplina sobre sua vida. Não seria isto trágico? Como você poderia possivelmente explicar o fato de que alguém pensou mais sobre você do que você mesmo? Que eles forçaram-lhe a acordar cedo e sair para o mercado [de trabalho] quando você ainda estaria contente em deixar o sucesso ir para alguém que se importa mais consigo mesmo.Sua vida, minha vida, a vida de cada um de nós servirá como um aviso ou um exemplo. Um aviso das conseqüências da negligência, auto-piedade, falta de direção e [falta de] ambição... ou um exemplo de talento posto em prática, de disciplina auto-imposta, de objetivos claramente definidos e intensamente perseguidos.


[1] Vide \"O Homem Mais Rico da Babilônia\", de George S. Clason

Com Estimas

Alessandro Felix
Amway

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Amway Global fatura US$ 8,4 bilhões em 2009

video

A Amway, líder mundial em vendas diretas multinível, registrou em 2009 um faturamento global de US$ 8,4 bilhões em vendas, 2,3% a mais do alcançado no ano anterior. Com essa marca, a organização soma 9 anos de crescimento. Steve Van Andel, Presidente do Conselho da Amway Global, afirma que “a economia mundial desafiou todos os negócios em 2009. Mas os investimentos contínuos da organização em produtos, tecnologia e a ligação com os consumidores colaboraram para a Amway enfrentar a tempestade".

“Nossos empresários em todo o mundo merecem o crédito pela persistência diante de um clima econômico difícil. Investimos muito para melhorar as nossas ofertas de produtos e sensibilizar os consumidores”, explica o Presidente Executivo da companhia, Doug DeVos.

Van Andel detalha a estratégia para o crescimento da marca: “Em 2009, aumentamos nossa participação no mercado de venda direta, e continuamos a investir em nossos Empresários visando o sucesso a longo prazo." As fortes vendas na China, Índia, Sudeste Asiático e Coreia continuaram em 2009, enquanto que no mercado latino-americano houve um crescimento extraordinário de 50%, devido aos grandes esforço para fortalecer e reposicionar a Amway na América Latina, prioridade para os investimentos da empresa em 2010.

No mercado norte-americano, a Amway investiu em fixação da marca, treinamento e acesso aos consumidores. Em novembro, lançou um aplicativo para o iPhone, da Apple, com informações sobre produtos e suporte de vendas via podcast, e aplicativos de treinamento no iTunes. A América do Norte é também a primeira região em que a corporação implementará uma nova plataforma de comércio eletrônico, que terá lançamento mundial este ano. “Mais do que nunca, a Amway é uma verdadeira companhia global”, diz DeVos. “Com o desenvolvimento de novos mercados, estamos aprendendo a melhor forma para atender consumidores de diferentes culturas”, completa.

Criada em 1959 no EUA, oferecendo produtos de limpeza para o lar, A Amway expandiu e diversificou seus negócios ao longo dos anos e está presente em cerca de 80 países. Atualmente tem suas vendas lideradas pelos suplementos de vitaminas e minerais e alimentos dietéticos NUTRILITE e alguns dos ingredientes desses suplementos são produzidos em sua fazenda orgânica e certificada biodinâmica, localizada no Ceará. No Brasil, onde está focando seus investimentos nos próximos anos, oferece também uma linha de perfumes criada para atender ao gosto do público latino-americano, fabricada no Brasil e exportada para 12 países da América Latina. Outras linhas de beleza complementam seu portfolio: MOISKIN, com produtos para cuidados com a pele, e ERTIA, para o cuidado com os cabelos e o corpo, desenvolvidas especialmente para o público latino-americano. Mais informações: www.amway.com.br; www.fazendabr.com.br

Amway recebe prêmio de inovação

A multinacional foi escolhida pela revista Business Review para receber o prêmio A Lifetime of Innovation, que levou em consideração os projetos de inovação da empresa nos últimos 18 meses. Foram avaliados novos produtos, projetos, negócios, linhas ou serviço, número de funcionários da organização, relacionamento com os clientes e credibilidade da marca.A entrega do prêmio ocorrerá em 28 de julho, durante o Innovation Michigan, evento dedicado a incentivar projetos de inovação no meio empresarial, na cidade de Grand Rapids, Michigan, EUA.Sobre a AmwayA Amway - que fechou o ano de 2009 com vendas globais acima de 8,3 bilhões de dólares, um aumento de 5% em relação a 2008 - é pioneira no sistema de vendas diretas multinível. Criada em 1959, como uma companhia para a venda de produtos de limpeza para o lar, expandiu e diversificou seus negócios ao longo dos anos. Atualmente tem suas vendas lideradas pelos suplementos de vitaminas e minerais e alimentos dietéticos NUTRILITE. No Brasil, onde está focando seus investimentos nos próximos anos, oferece também uma linha de perfumes criada para atender ao gosto do público latino-americano e as linhas MOISKIN, com produtos para cuidados com a pele, e ERTIA, para o cuidado com os cabelos e o corpo, também desenvolvidas especialmente para o público latino-americano. Mais informações: MSN: ericksonlr@gmail.com ou 83 9937 5958
www.amway.com.br video