GANHE BITCOINS AGORA, GRÁTIS

BTCClicks.com Banner

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Seu Marketing Pessoal – O Poder da Comunicação



Com certeza alguma vez em sua vida, participando de uma reunião em sua empresa, você já deve ter sentido a sensação de estar em um filme de ficção onde tem um alienígena tentando se comunicar e você não entende nada e tenta decifrar o recado por meio de gestos. Parece que estamos brincando, mas isso acontece muito no mundo corporativo, primeiro por realmente existirem profissionais ETs, mas também principalmente porque nunca nos preparamos para uma situação de exposição levando em consideração a qualidade da comunicação.



Além de você transmitir o que realmente quer a sua equipe você também esta fazendo o seu marketing pessoal. Ou resumindo, em poucas palavras, você tem a capacidade de interagir e de influenciar positivamente.



Como comentado em textos anteriores a habilidade de desenvolver o marketing pessoal vem do treino que é a melhor prática.

Como no exemplo indicado ao início do texto a comunicação também envolve a expressão. Estudos indicam que quando se realiza uma apresentação ou exposição para pessoas, 55% da informação é assimilado por nossa linguagem corporal postura, gestos e contato visual, e 38% é determinado pelo tom de nossa voz, e apenas 7% desse transmissão tem a ver com o conteúdo de nossa apresentação (Mehrabian e Ferris, Inference of attitudes from nonverbal comunication in two channels).

Um exemplo fácil de assimilarmos esta situação é observarmos o gesto das pessoas na hora do seu cumprimento diário como o “bom dia,como vai você?” o qual pode ser interpretado de varias maneiras dependendo do modo que se fala (tom de voz) ou gesticula (expressão corporal) como sendo uma ameaça, descanso ou de agrado.

Devemos, desta maneira, sempre construir uma forma de contexto favorável para que nossa mensagem possa influenciar positivamente as pessoas. Isto tudo se reflete pela sensibilidade e observação do comportamento das pessoas através de um ajuste de sintonia com os nossos interlocutores.

Tudo isso se reflete em obter empatia com as pessoas que estamos nos comunicando através do uso de nossa linguagem, nossa expressão corporal e nosso tom de voz de uma maneira sintonizada.

Assim devemos observar quando da comunicação os seguintes aspectos:

Criar empatia com as pessoas, seus sentimentos e pensamentos desde o primeiro momento da conversação;

Observar o tom de voz para adequá-lo à maneira de ser da outra pessoa;

Utilizar uma postura corporal amigável e coerente com a mensagem que estivermos passando;

Observar a reação das pessoas à nossa comunicação e modificar a maneira de agir sempre que não estivermos obtendo um resultado satisfatório.

Até semana que vem.

Nenhum comentário: