GANHE BITCOINS AGORA, GRÁTIS

BTCClicks.com Banner

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Como podemos ajudar pessoas a criarem sua Visão?



Penso que uma visão não é algo que possamos ajudar pessoas a criarem, é algo que elas já possuem.

Ela vem para todos nós num momento em nossa juventude. No entanto, a maioria escondeu sua visão em
si mesma. Com o passar do tempo, elas ocultaram com camadas protetoras de crenças e limitações
baseadas nas dificuldades e durezas de suas experiências vividas.

Elas literalmente se protegeram de se abrir para o que a vida possa oferecer, ou mais importante
ainda, do que elas têm a oferecer para a vida.

Essas crenças auto-limitantes também são baseadas em permitir-lhes aceitar e viver as verdades e
crenças dos outros. Isso inclui os modismos ("se você não se junta você é estranho"), seus
parentes ("siga seus sonhos filho mas faça de forma segura e tenha uma carreira primeiro"), as
instituições ("adoramos a criatividade mas faça do nosso jeito ou ..."), os Governos ("confie em
nós") e por aí vai.

Consequentemente elas seguem pela vida numa direção que é geralmente diferente daquela da sua
visão.

A boa notícia é, a visão delas continua lá! Tudo o que é preciso é ajudar a encontrá-la e
reacender a chama.



Ajudando as pessoas a redescobrir suas visões

Umas das coisas mais positivas sobre o método do GrupoBRio é que você pode ajudar as pessoas a
redescobrir suas visões, de forma que elas possam ver, saborear, ouvir, e senti-las uma vez mais.

Nesse contexto, existe muita conversa sobre como ajudar seu time a descobrir seu "Por quê".
O melhor momento para ajudar alguém a descobrir seu "Por quê" é antes dessa pessoa juntar-se ao
time, não depois.

O verdadeiro "Por quê" não é sobre o lado lógico de coisas como querer dinheiro, tempo ou
liberdade, ou mesmo a habilidade de ficar em casa e ver o crescimento dos filhos. O verdadeiro
"Por quê" é muito mais profundo do que isso. É uma visão e uma razão subjetiva sob isso que é
própria de cada indivíduo.

Ela ferve sob viver a vida e manter-se no propósito - o sentido do "Por quê eu estou aqui"?

Por isso é que eu incentivo o método BRioso de aproximação para com os parceiros potenciais e
clientes, em oposição ao jogo de números amplamente preconizado. O método do GrupoBRio lhe dá a
oportunidade de crescer seu negócio de forma consistente e sólida, através de entender de que
forma ajudar os outros a encontrar o que eles realmente querem e mantê-los nessa visão.

Se você der tempo para que eles descasquem suas camadas protetoras e redescubram o que está
escondido, possibilitando que eles vejam e sintam suas visões verdadeiras, eles literalmente
internamente irão conduzirem-se e motivarem-se no sentido de explorar a idéia de fazer algo a
respeito.

Nesse meio tempo, você automaticamente cria valor em si mesmo como uma pessoa que os entende e
que os ajudará a materializar suas visões.


Descubra também qual é sua visão

Tão importante quanto descobrir a visão do seu prospecto é o descobrimento da sua visão. Qual o
seu propósito nesse mundo? Transponha-se quando era ainda um(a) garotinho(a) e que tinha seus
sonhos sobre o que gostaria de ser. Ao fazê-lo encontrará uma força surpreendente dentro de você.
Experimente!


O meu por quê

Quando me afiliei ao primeiro programa de MMN, estava de fato buscando os motivos para tirar uma
então namorada do negócio, pois eu queria protegê-la e essa era minha forma de ajudá-la.

Ao pesquisar a empresa a fundo, fazendo uma rigorosa e minusciosa pesquisa que incluiu o site de
patentes americano, institutos de pesquisa e outros pontos a mais, eu tive acesso ao mundo do MMN
por consequência. Daí passei a entender a mecânica, ainda que de forma muito primária, dos
conceitos associados ao modelo.

Fiquei muito entusiasmado com as perspectivas e, como muitos já sabem, passei a me aprofundar nos
conhecimentos de forma sistêmica buscando minha profissionalização. Não medi recursos para
contratar consultoria, palestras, programas, livros e o maior capital nisso tudo foram os meses
dedicados ao estudo, análise e implementação desse conhecimento. A isso chamo experiência
adquirida.

Mas em tudo o que relatei, eu o fiz inicialmente por um propósito: ajudar alguém a sair do
programa de MMN mas efetivamente eu aderi ao programa pelo meu "por quê" que para vocês
compartilho aqui agora.

Tenho um forte desejo de implementar o que denominei Fábrica dos Sonhos.

É um projeto do qual me orgulho muito e encontrei no MMN o meio de levantar os recursos para
implementá-lo.

Trata-se de uma orfanato no qual crianças aprenderão diversos ofícios de nível médio (pintura,
mecânica, elétrica, construção civil, carpintaria, serralheria, artesanato, hotelaria, culinária,
baby-care, enfermagem, entre outras tantas). Esse projeto tem vários aspectos diferenciais e tem
todo um plano estratégico de ser auto-sustentável pois um dia seu mentor irá repousar de vez mas o
projeto não pode morrer com ele.

Por isso eu tenho meus motivadores (minha visão) e desejo que vocês tenham os seus redescobertos,
pois esse é o combustível para mantê-los perseverando e agindo em busca do que acreditam, lhes ser
de direito e concedido pelo direito Divino à felicidade e à prosperidade.


Visão de Walt Disney

Durante os seus últimos dias de vida, Walt Disney recebeu a visita de um graduado funcionário da
Disney. O sujeito veio de disse:

- "Ok Walt, isso é tão terrível, você não vai ver Epcot e Disney World".

E Walt olhou direto nos olhos dele e exclamou:

- "Está brincando comigo? Se eu nunca tivesse visto na minha mente você nunca veria na sua
experiência."

E você, está usando sua visão na sua potencialidade? Está conectado permanentemente na sua visão
na medida que caminha para seus gols e sonhos?

Você tem mais poder do que pensa. Você e eu sabemos que isso é verdade.

Mire-se nesse exemplo do Walt Disney. Just do it! (Apenas faça!)


Por Renato Giglio
Jornalista e Consultor de vendas diretas

Nenhum comentário: