GANHE LITECOINS GRÁTIS

Litecoin Miner - Mine and Earn free Litecoin

sábado, 13 de novembro de 2010

O PODER DE UM SONHO

O poder de um sonho


"A coisa mais importante deste mundo não é onde você está, mas para onde está indo".
Oliver Wendell Holmes

A vida do século dezenove não era fácil para o rapaz londrino.
Enquanto seu pai definhava na cadeia por causa de dívidas, dores excruciantes de fome corroíam seu estômago. Para alimentar-se, o garoto aceitou um emprego colando rótulos em garrafas de graxa em um lúgubre armazém infestado de ratos. Dormia em um quarto desolador no sótão com dois outros rapazes, enquanto sonhava secretamente tornar-se escritor. Tendo estudado apenas quatro anos, possuía pouca segurança em suas habilidades. A fim de evitar os risos zombeteiros que esperava, escapou furtivamente no meio da noite para enviar seu primeiro manuscrito. Uma história depois da outra era recusada até que, finalmente, uma foi aceita. Não o pagaram por ela, mas, ainda assim, um editor elogiou seu trabalho.


Você pode ter ouvido falar nesse garoto, cujos livros causaram tantas mudanças no tratamento dado às crianças e aos pobres: seu nome era Charles Dickens. Charles Dickens sonhava ser escritor e tornou-se o romancista mais lido da Inglaterra vitoriana, apesar de ter nascido na pobreza.

Quando Dr. Martin Luther King Jr. fez seu famoso discurso "Eu tenho um sonho" para uma multidão concentrada no centro comercial em Washington, capital dos Estados Unidos, naquele dia quente de agosto de 1963, ele estava se dirigindo não apenas àquelas milhares de pessoas que se reuniram para ouví-lo. Ele buscava despertar um desejo escondido em todas elas. O discurso de King falava daquilo que era fundamental para qualquer ser humano, o tema que une e eleva as pessoas nas ruas, os privilegiados e não privilegiados. Ele demostrou com o corpo e a alma que sonhar pode fazer diferença.

Creio que cada um de nós tem um sonho lá dentro do coração. Não estou falando em ganhar na loteria. Este tipo de idéia vem de um desejo de fugir de nossa situação atual e não de perseguir um sonho íntimo. Estou falando daquela visão que temos lá no fundo de nossa mente e que mexe com nossas almas. É a coisa para a qual nascemos. É aquilo que seduz nossos talentos e dons, apela para nossos mais altos ideais e desperta nossos sentimentos sobre o destino.

O grande sábio Salomão devia ter isso em mente quando escreveu em Provérbios 13.19: "O sonho satisfeito agrada a alma".

Quem pode medir o prazer dessa cena? O desejo do coração - escondido e profundo - acalenta os sonhos. Esses sonhos flutuam enquanto o tempo passa, recusando-se a afundar por causa das âncoras dos obstáculos e das dificuldades. Eles crescem através das possibilidades que são mantidas vivas pela esperança e determinação. Vagas possibilidades que geram oportunidades concretas que trazem à alma um gratificante estímulo, que, no fim, tornaram-se um verdadeiro sucesso, o ás na manga da satisfação.

O poeta Longfellow disse e eu concordo :

"Não me diga, em pesarosos números, que a vida é nada além de um sonho vazio!

As vidas de grandes homens nos dizem, que podemos fazer nossas vidas serem sublimes,

E, partindo, Deixar para trás, pegadas nas areias do tempo".


Você se tornou uma vitima da rotina? Começou a ter pensamentos desmoralizantes como: "Para que serve isso?" e "Isso vale a pena?" A fechar a cara ao invés de sorrir, focado nas dificuldades ao invés da fita final da corrida? Lembre-se da famosa composição de Oscar Hammerstein:

"Suba toda montanha, procure nos altos e nos baixos;

Siga todas os atalhos, todas as trilhas que você conhece.

Suba toda montanha, atravesse todo rio,

Siga todo arco-íris, até que encontre o seu sonho"


Por favor - ouça quem, há alguns anos, quase parou de subir, procurar e seguir - continue! Subir e sonhar certamente é bem melhor que um estilo de vida sem janelas e uma gaiola sem porta.

A história está cheia de homens e mulheres que se depararam com a adversidade e alcançaram sucesso apesar dela. O orador grego Demóstenes, por exemplo, era gago! Na primeira vez que discursou na tribuna romana saiu de lá ao som de gargalhadas. Mas ele tinha o sonho de ser um orador notável. Ele perseguiu este sonho e cultivou seu potencial.

Diz-se que ele costumava colocar pedrinhas na boca para praticar na praia, falando ao som da arrebentação das ondas. Sua persistência valeu a pena. Ele realizou seu sonho: tornou-se o maior orador do mundo antigo.

Outros também ousaram e foram bem-sucedidos. Apesar de vir de família pobre, Napoleão tornou-se imperador. Beethoven trazia à vida sua visão interior da música quando compunha sinfonias, mesmo depois de ter perdido a audição.

Você pode correr atrás de seu sonho, não importando onde esta hoje. O que aconteceu no passado não é tão importante quanto o que está para acontecer no futuro. Como diz um ditado: "Não importa qual tenha sido o passado de uma pessoa: seu futuro é imaculado".

Você pode começar a correr atrás de seu sonho ainda hoje!

Por:
Daniel C. Luz
Autor dos livros Insight I e Insight II DVS Editora

Nenhum comentário: