GANHE BITCOINS AGORA, GRÁTIS

BTCClicks.com Banner

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Ricardo vai a PF pedir celeridade nas investigações e superintendente diz que apreensão de helicóptero será feita imediatamente

O candidato ao Governo do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), fez uma visita ao superintendente da Polícia Federal (PF) na Paraíba, Sinomar Maria Neto, pedindo celeridade nas investigações de crime eleitoral cometidas contra o socialista e com índicios de terem sido praticadas pela coligação do atual governador, que tenta o seu quarto mandato, José Maranhão (PMDB). O superintendente da PF garantiu executar a imediatamente a decisão do corregedor regional eleitoral, o juiz Carlos Neves Franca Neto, que determinou a apreensão do helicóptero que vem soltando panfletos contra Ricardo.
O socialista entregou, na tarde desta quarta-feira (27), ao superintende uma série de documentos e fotografias que mostram a relação da divulgação dos panfletos apócrifos difamatórios contra a sua religiosidade e conduta moral, com a campanha do peemedebista. A mais grave trata-se das imagens de um helicóptero com adesivos de Maranhão flagrado jogando os panfletos em várias cidades paraibanas.
“Precisamos de ações emergenciais para coibir o absurdo que está sendo cometido nessas eleições. É fundamental agilidade para punir os criminosos e reestabelecer a ordem no nosso Estado. Não é possível que daqui para domingo a Paraíba vire uma terra sem lei”, declarou Ricardo.
Ricardo questinou quem, em um Estado tão pobre como a Paraíba, possui estrutura de aeronaves para sobrevoar todo o Estado, indo do Litoral ao Sertão, distribuíndo panfletos difamatórios e caluniosos contra ele. “Não é difícil imaginar a quem este helicóptero e aviões estão servindo. É tudo tão claro que as aeronaves possuem adesivos da campanha do atual governador. O que precisamos agora é de ação da polícia”, afirmou.
Apreensão do helicóptero – No início da tarde desta quarta-feira (27), o corregedor regional eleitoral, o juiz Carlos Neves Franca Neto,  deferiu requerimento impertrado pelos advogados da coligação Uma Nova Paraíba solicitando a apreensão do helicóptero que está distribuindo os panfletos.

O superintende da PF, Sinomar Maria Neto, disse que a corporação vai cumprir a determinação judicial imediatamente  e garantiu ao candidato que as investigações estão sendo feitas com rigor e classificou a ação como uma verdadeira “apelação desesperada”.




Sinomar disse ainda que já existe uma reunião agendada com a Procuradoria Regional Eleitoral e com o Exército para tratar sobre a atuação desses órgãos nesses dias que antecedem as eleições e no dia do pleito.

Nenhum comentário: